Usuários da Semas criam horta comunitária

Pelo menos duas vezes na semana, dona Maria Santos se dirige ao Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Santos Dumont. Ao chegar ao Cras, a aposentada, que tem 69 anos de idade, faz a primeira atividade social do dia: cuidar da horta vertical, plantada por ela e pelas amigas que formam um dos grupos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV).

O “Projeto Horta”, como foi batizado pelos próprios usuários do Serviço de Convivência, tem o objetivo de trabalhar, além das lições relacionadas à sustentabilidade, os vínculos construtivos e grupais de cerca de 100 famílias do bairro que dá nome ao Cras. Todas elas estão inseridas nos projetos socioassistenciais da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e recebem o acompanhamento do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif).

semas-cras-santos-dumont-horta-comunitária-4-1024x576

Os grupos individuais de mulheres, crianças e idosos se revezam nos cuidados que envolvem, nesta primeira etapa, a plantação de ervas medicinais, como a hortelã, a erva doce e a camomila. Logo depois do trabalho em campo, dividem, dentro das salas de socialização, as lições ambientais e sociais que aprenderam durante o processo.

“A ideia é sempre fortalecer os vínculos ao redor do usuário e trabalhar, junto com eles, a multiplicação das ações de cidadania para promover direitos. Os usuários ficaram tão entusiasmados com a criação da horta que embeleza a frente do nosso Cras, que todos nós ficamos surpresos”, destacou a assistente social do Cras Santos Dumont, Renata Januário.

semas-cras-santos-dumont-horta-comunitária-7-1024x614

A secretária de Assistência Social de Maceió, Celiany Rocha, lembrou da importância que as atividades executadas dentro dos Cras têm para as comunidades referenciadas. “Enquanto no Cras do Santos Dumont uma horta está fazendo a diferença, no do Benedito Bentes, por exemplo, as ações itinerantes do equipamento que vão até os conjuntos, também agregam bastante valor e trazem novas famílias para a unidade. E por aí vai… Todos os Cras do município têm um papel fundamental no desenvolvimento das famílias que se encontram em alguma situação de vulnerabilidade. O trabalho que visa a multiplicação de projetos como esse, não para”, disse a gestora.

Para saber mais detalhes sobre o “Projeto Horta” ou participar das demais atividades desenvolvidas com as famílias referenciadas pelo Cras Santos Dumont, qualquer cidadão pode entrar em contato, através do número 3315-3554. Os atendimentos acontecem de segunda à sexta-feira, das 8h às 15h.

Netto Motta – Ascom Semas