Olimpíada Brasileira de Astronomia acontece nesta sexta-feira (13)

Escolas podem baixar as provas no site www.oba.org.br

404d77dbfc18bc347042b145ab0a9321_L

Para os supersticiosos, a sexta-feira 13 é um dia de azar. Mas para estudantes de escolas públicas e particulares de todo o país, este será um dia para colocar à prova seus conhecimentos sobre os mistérios do universo: nos três horários, unidades de ensino aplicarão as provas da XIX Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). No mesmo dia, também será realizada a Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), onde os alunos competirão em uma prova de lançamento de foguetes artesanais.

Uma parceria entre a Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e Agência Espacial Brasileira (AEB), a OBA visa fomentar o interesse pela Astronomia, Astronáutica e ciências afins entre os jovens da rede pública e privada. As provas terão duração de duas a quatro horas nos seguintes níveis: nível 1, para os alunos de 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental; nível 2, para estudantes de 4º ao 5º ano do Ensino Fundamental; nível 3, para turmas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e nível 4 para o Ensino Médio.

As provas já estão disponíveis para download no site www.oba.org.br/extranet. Somente os professores responsáveis pela organização da Olimpíada em suas escolas possuem o login e senha que possibilitam acessar este material.

Expansão – Gráficos disponibilizados no site da OBA mostram que houve um aumento na participação dos estudantes alagoanos na competição nos últimos seis anos. Enquanto em 2008, o estado teve 6114 competidores, em 2015, esse número aumentou para 17301 alunos. Já na Mostra de Foguetes, houve uma ampliação de 31 participantes em 2009 para 1715 competidores em 2015.

Além de Maceió, cujo número de participantes aumentou de 1244 (2008) para 4.777 pessoas em 2015, Arapiraca e Palmeira dos Índios registraram um aumento significativo de sua presença na OBA neste intervalo de seis anos: a primeira passou de 220 alunos para 4122, enquanto a segunda, que, em 2008 teve apenas 27 alunos participantes, registrou 1114 alunos participantes.

José Tenório França e Wilany Felix, gerentes da 3ª e 5ª Gerências Regionais de Educação (Geres), destacam que os resultados alcançados nos dois municípios do agreste são consequência de um trabalho conjunto de mobilização e divulgação envolvendo as Geres e as escolas.

“Aqui na 5ª Gere, tivemos excelentes resultados na OBA e também na Mostra de Foguetes, a exemplo de Limoeiro de Anadia e Feira Grande. Este ano, pretendemos manter este desempenho”, conta Wilany Felix.

França destaca a importância da participação de estudantes na OBA e MOBFOG. “Ciência é vida e está presente em tudo o que fazemos. Ao participarem da Olimpíada e da Mostra, nossos jovens terão a oportunidade de enriquecer seus conhecimentos”, avalia.

Resultado – Após a aplicação das provas, as escolas participantes deverão adentrar o sistema da OBA/MOBFOG para cadastrar as notas dos alunos participantes. As dez melhores notas devem ser informadas tanto no sistema quanto via Correio.

Já a divulgação oficial dos medalhistas está prevista para o dia 10 de setembro na extranet da OBA.

Ana Paula Lins – Agência Alagoas