Governador inaugura UPA de São Miguel dos Campos na segunda-feira (6)

Cerimônia acontece às 10h, com a presença da secretária de Estado da Saúde, Rozangela Wyszomirska

911d43c81faf70f5d193b0df7ffc5aa6_L
Unidade de Pronto Atendimento, que possui 11 leitos e será mantida com recursos dos governos federal, estadual e municipal, terá capacidade para atender 7.500 pessoas por mês. Olival Santos

Mais uma Unidade de Pronto Atendimento será inaugurada na região Sul de Alagoas. Dessa vez, o município contemplado será São Miguel dos Campos. A unidade, que fica localizada no Loteamento Hélio Jatobá II, será inaugurada na segunda-feira (6), às 10h, pelo governador Renan Filho e a Secretária de Estado da Saúde, Rozangela Wyszomirska.

A Unidade de Pronto Atendimento, que possui 11 leitos e será mantida com recursos dos governos federal, estadual e municipal, terá capacidade para atender 7.500 pessoas por mês, num total de 250 atendimentos por dia. No local, serão disponibilizados diversos serviços para os usuários do SUS, segundo informou a secretária de Estado da Saúde, Rozangela Wyszomirska.

“Com a abertura da UPA de São Miguel dos Campos iremos fortalecer a assistência aos usuários do SUS. Assim implementamos mais uma ação para o fortalecimento da política de regionalização dos serviços de saúde, evitando que as pessoas migrem para o HGE [Hospital Geral do Estado], somente em situações extremamente graves”, explicou Rozangela Wyszomirska.

Unidade de Pronto Atendimento, que possui 11 leitos e será mantida com recursos dos governos federal, estadual e municipal, terá capacidade para atender 7.500 pessoas por mês. Olival Santos 
Unidade de Pronto Atendimento, que possui 11 leitos e será mantida com recursos dos governos federal, estadual e municipal, terá capacidade para atender 7.500 pessoas por mês. Olival Santos

Em São Miguel, a porta de entrada para atendimento de urgência e emergência é a Santa Casa de Misericórdia, que ganha reforço com a inauguração da UPA. Na unidade, serão atendidas pessoas que apresentem problemas de pressão alta, febre, dores e outros menos graves, que serão triados pelos médicos, através do tipo de gravidade.

“Esse é mais um serviço para os moradores de São Miguel dos Campos. Um serviço que terá uma resolutividade de grande alcance, assegurando um atendimento diferenciado das demais portas de entrada, por conta da classificação de risco dos pacientes, que serão atendidos, triados e os casos graves encaminhados para o serviço especializado”, salientou a gestora da saúde estadual.

Mônica Lima – Agência Alagoas