Deputado Arthur Lira desmente delator da UTC

arthur_lira

O deputado Arthur Lira (PP) nega a acusação de Walmir Pinheiro Santana, ex-diretor financeiro da UTC Engenharia, de que teria recebido, pessoalmente e em espécie, R$ 1 milhão de propina da corrupção da Petrobras. Hoje pela manhã, Arthur me telefonou e disse que nunca esteve com o delator e que sequer o conhece.

Para Arthur Lira, a delação sem provas não pode incriminá-lo, e confessou que tem sofrido com o processo que o acusa injustamente de corrupção e lavagem de dinheiro.  Em sua opinião, Walmir, Ricardo Pessoa, ex-presidente da UTC, e o doleiro Alberto Youssef, estão todos juntos. “O que um diz, o outro repete”, me falou o deputado.

O deputado está certo de que virou inimigo de Youssef quando assumiu a liderança do PP na Câmara dos Deputados, em 2011, e que desmantelou os possíveis esquemas que o doleiro teria dentro do partido no parlamento.

Ou seja, a partir daí teria virado alvo fácil para bode expiatório na boca dos delatores.

Sobre as acusações, ele me disse que já desmentiu todas em depoimento à Polícia Federal, que segue tranquilo com relação a sua inocência, e que lamenta esse tipo de informação que fere a sua reputação pública.

Eliane Aquino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *