Comitê de mediação de conflitos agrários discute processos de reintegração

A atual conjuntura da vara agrária, a situação da massa falida do Grupo João Lyra e a estrutura do Comitê Gestor foram temas debatidos no encontro

Comitê de Mediação de Conflitos Agrários discute processos de reintegração

 A reunião do Comitê de Mediação de Conflitos Agrários do Estado de Alagoas, presidida pelo secretário-chefe do Gabinete Civil, Fábio Farias, discutiu, nesta terça-feira (7), demandas relacionadas aos movimentos envolvidos com a reforma agrária no Estado.

“Mediar conflitos é, também, preveni-los. E o objetivo deste comitê e do Gabinete Civil é atuar na prevenção de conflitos agrários”, afirmou o secretário Fábio Farias.

 

Durante a reunião ficou acordado que o Comitê será reestruturado e ampliado, não servindo apenas para a mediação de conflitos. Entre as mudanças previstas está a inclusão da Secretaria de Planejamento e Gestão e o novo secretário executivo de Integração Política e Social do Gabinete Civil, Adrualdo Catão.

A desapropriação das terras da massa falida do Grupo João Lyra para fins de reforma agrária também foi tema da reunião. Sobre isso, Fábio Farias, disse que o Comitê precisa receber comunicados oficiais do andamento dos processos. Além disso, foi abordada a questão da atual conjuntura da vara agrária.

 

O encontro ocorreu no Salão de Despachos do Palácio Museu Floriano Peixoto (Mupa) e contou com a presença do diretor-presidente do Instituto de Terras de Alagoas (Iteral), Jaime Silva, e de um grupo representativo de trabalhadores rurais de acampamentos e assentamentos de Alagoas.

Renata Arruda – Agência alagoas.