China anuncia teste de novo míssil perto da costa coreana

Crescem as tensões militares na península com provocações entre Coreia do Norte e EUA

O teste chinês aconteceu na mesma região onde os norte-coreanos realizam os seus ensaios. Segundo o Ministério da Defesa da China, o objetivo foi “colocar à prova a capacidade operacioal das forças armadas e a resposta efetiva às ameaças contra a segurança nacional”. O governo, no entanto, não indicou a data em que foi realizado o teste.

A pressão sobre a China aumentou desde que o republicano Donald Trump virou chefe da Casa Branca, e seu governo alertou que a era de paciência estratégica de Washington acabou. Na semana passada, a China disse que quer continuar a ter uma boa relação de vizinhança com a Coreia do Norte, constata o Globo.

Em Pequim, o porta-voz do Ministro das Relações Exteriores Geng Shuang disse recentemente que seu país estava completamente dedicado à desnuclearização da península e à manutenção da paz e da segurança por meio de conversas.

— A posição da China em desenvolver relações amigáveis e de boa vizinhança com a Coreia do Norte também é consistente e clara — disse Shuang a repórteres nesta quinta-feira, adicionando que a resolução de diferenças depende fundamentalmente dos governos de Washington e Pyongyang.

Diplomatas dizem que EUA e China negociam uma possível resposta mais dura do Conselho de Segurança da ONU aos repetidos lançamentos de mísseis balísticos pela Coreia do Norte — incluindo novas sanções. E o regime liderado por Kim Jong-Un, por sua vez, diz que a China está tentando culpabilizar o seu país pelas relações deterioradas entre os dois vizinhos.

09/05/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *