Aurélia Fernandes: “A crise é grande, mas Arapiraca está mudando sim!”

Foi como Aurélia iniciou sua fala na entrevista concedida nesta segunda (8), ao radialista Nazário Silva, da rádio Pajuçara – Arapiraca.

Aurélia, esclareceu para a população que nenhum município do estado de alagoas avançou tanto neste inicio de gestão como Arapiraca e vem avançando a cada dia. Voltou a ressaltar as dificuldades e as obras abandonadas pela gestão passada. A secretária citou obras como a do 5º Centro que está abandonada e tem se tornado um perigo para a segurança dos funcionários. Declarou, ainda, que vai enfrentar estes problemas e que levará ao conhecimento do Ministério Público obras que estão registradas com 80% concluída só que muitas vezes nem chegam perto da metade disso, como se diz: “No papel existem, e na realidade não” a secretaria de obras já esta apurando.

A secretária diagnosticou a falta de medicamentos e materiais diversos, esta “Fartura” (descontraiu), não é de agora, se deve á falta de confiança dos fornecedores para com a prefeitura que faz parte da “Herança Maldita” deixada pela gestão passada que nem os compromissos com os servidores vinha cumprindo, imaginem com os fornecedores. Denunciou ainda perseguição da gestão passada ao servidores e funcionários. Que na visão dela isso é página virada, a gestão vai trabalhar a participação e união de todos em prol de Arapiraca.

Explicou que tem se esforçado ao máximo para recuperar o tempo perdido e retornar o mais rápido possível para o caminho do desenvolvimento e dar respostas positivas para a sociedade que é o seu compromisso junto ao prefeito Rogério Teófilo, que tem lhe dado total autonomia e confiança para fazer o que é certo.

Aurélia comemorou os avanços significativo da saúde em menos de 2 semanas, desde a última entrevista. E citou o CRIA, que tem como gerente, Deivyd Nicholas, como uma das grandes referências neste processo de reconstrução, e apresentou novos números da saúde de Arapiraca em menos de 2 semanas, e conta com cerca de 5 psiquiatras a disposição e 41 médicos especialistas, entre eles: neurologista, mastologista, entre outras especialidades. Isso no CRIA, além do hospital CHAMA.

Psiquiatria: 166/Mês, até outubro do ano passado, agora já passam de 600/Mês, ofertadas a população.

Mastologia: 26/Mês, hoje 91/Mês e vai aumentar porque outra mastologista está entrando no serviço.

Otorrino: Antes acontecia nos consultórios, já possui a especialidade no CRIA.

Pequenas cirurgias: No 5º Centro  estava há mais de 6 meses parado e hoje realiza mais de 80 pequenas cirurgias/Mês.

Cirurgias pediátricas: 60/Mês.

Eletro cefalograma: 25/Semana no fim da gestão passada, hoje 25/Dia.

A secretária disse que a questão de ultra sonografia já quase triplicou em relação a esta mesma época no ano passado.

Apresentou o canal oficial para que o cidadão possa ligar para reclamar, elogiar, e dar sugestão, a Ouvidoria da Saúde Municipal que estava desativada e esta gestão reativou para melhor servir a comunidade e disse ainda que esta gestão é participativa . Até o momento foram atendidas 41 demandas, destas, 11 ainda estão sendo trabalhadas para serem resolvidas. A ouvidoria funciona no CRIA e o cidadão pode contactar através do numero: 3521-1064. Antecipou ainda que a ouvidoria será estendida para as unidas de saúde.

Aurélia respondeu ainda mensagens de Whatsapp enviadas pela população no sentido de aproximar a gestão das pessoas e solucionar os problemas que naturalmente atingem diretamente a população. Completou informando que não são todas as unidades, nem todas as categorias que aderiram a greve. E que sábado será o dia “D” de vacinação em todas a unidades, e que logo as demais situações estarão solvidas, que este é o interesse do prefeito Rogério Teófilo que tem dialogado exaustivamente com os servidores, que tem a certeza de que a atual gestão está  melhor do que no ano passado.

Por fim a secretária ressaltou a reativação dos conselhos de saúde das unidades no município, que antes mais da maioria estava desativada. Pontuou como positivo as varias capacitações oferecidas pela secretaria para os gerentes das unidades. O radialista perguntou: “Pelo que a senhora encontrou na secretaria, a senhora se arrepende de ter tirado licença de da câmara de vereadores de Arapiraca para assumir a pasta da Saúde?”. Aurélia respondeu firme: “Morro de saudade dos meus amigos vereadores, de toda a equipe da câmara e aproveito a oportunidade para cumprimentar todos. Afirmou, ainda que gosta do executivo, estou firme e forte com o prefeito Rogério e estou amando meu trabalho, eu gosto de saúde publica, gosto de estar com a mão na massa, e mais ainda com a vontade de fazer mais e melhor”.

Redação Repórter Arapiraca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *