Em ações distintas, BPRp apreende armas de fogo e entorpecentes em Maceió

Equipes do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) retiraram uma significativa quantidade de arma e drogas das ruas. As ocorrências foram registradas entre a tarde de quarta-feira (19) e a madrugada de sexta-feira (21) em bairro como bairros Santa Lúcia, Jardim Petrópolis, Clima Bom e Benedito Bentes.

Seguindo informações fornecidas pelo Serviço de Inteligência Estado-Maior Geral, a guanição RP Comando retirou mais dois quilos e setecentos e cinquenta gramas de maconha de circulação. A ocorrência foi registrada na noite de quinta-feira (21), no bairro Santa Lúcia. O material estava escondido em uma casa desocupada apontada como ponto de tráfico de drogas. O imóvel estava vazio, mas da janela foi possível aos policiais constatar o forte odor característico de entorpecente.

O material apreendido, além de duas cédulas de identidade (RG) e uma balança de precisão, que também estavam no local, foram entregues na Central de Flagrantes 01, onde serão adotados os procedimentos que o caso requer.

Arma e drogas no Jardim Petrópolis

Outra ocorrência foi registrada também na noite quinta-feira. O fato ocorreu no Conjunto Parque Petrópolis II, no bairro Jardim Petrópolis. A guarnição Raio 04 realizava patrulhamento pela comunidade quando foi solicitada por um cidadão que teria apontado um indivíduo que estaria aterrorizando a população local, portanto arma de fogo e traficando drogas. A guarnição foi ao local indicado e ao se identificar como Polícia Militar, o indivíduo efetuou um disparo contra a guarnição.

A equipe, então, realizou a entrada na residência com o uso do escudo balístico. Neste momento, os suspeito efetuou novo disparo, que atingir o escudo. Em resposta à injusta agressão, a guarnição precisou utilizar a força proporcional com o emprego da arma de fogo. O indivíduo foi socorrido ao Hospital Geral do Estado, submetido a cirurgia, vindo a falecer durante a madrugada de sexta-feira (21).

A guarnição se deslocou à Central de Flagrantes I para a adoção dos procedimentos cabíveis. Por orientação do comando do BPRP, o escudo atingido foi separado, ficando à disposição da Perícia Oficial. Com o indivíduo (ainda não identificado, mas que é conhecido como “Dó”), estavam um revólver calibre 38 (com quatro munições intactas e duas deflagradas), meio-quilo de maconha e um simulacro de pistola. A ocorrência contou com o apoio das equipes RP 90, RP 03 e Raio 03.


Tráfico de drogas

Mais um quilo de maconha, 200 gramas de crack e 150 gramas de cocaína foram apreendidos no Conjunto Colibri, bairro Clima Bom. Durante patrulhamento na tarde de quarta-feira (21), a guarnição Raio 01 avistou um indivíduo em atitude suspeita que seguia em uma bicicleta portando uma sacola plástica.

Ao perceber a aproximação da guarnição o suspeito tentou se desfazer da bolsa que carregava. Visto isso, o suspeito foi abordado e a bolsa plástica resgatada. Nela continha significativa quantidade de cocaína e crack. O indivíduo confirmou ser o dono do entorpecente e afirmou possuir, ainda, um tablete de maconha no interior de sua residência.

Deste modo, a guarnição solicitou apoio da RP 1 para conduzir o indivíduo à casa em busca da droga citada. Mediante a devida autorização da mãe do suspeito, foi realizada a busca domiciliar e no interior do quarto foi encontrado o material. Alexsandro Morais da Silva, de 18 anos de idade, foi conduzido à Central de Flagrantes a fim de realizar os procedimentos cabíveis.

Arma de fogo e munições

Na tarde de quarta-feira (19), no Conjunto Selma Bandeira, no Complexo Benedito Bentes, Aderlan Douglas Lima da Silva, de 18 anos, foi flagrado portando arma de fogo ilegalmente. Com ele, foram apreendidos um revólver calibre 38 e três munições intactas do mesmo calibre. A guarnição motorizada RP 03 com o apoio do Serviço de Inteligência do Estado-Maior Geral foi averiguar uma denúncia de Porte ilegal de arma de fogo.

Ao chegar no local indicado, foi avistado um indivíduo em atitude suspeita que, ao perceber a chegada da guarnição, correu para um estabelecimento comercial e jogou um objeto. Foi realizada uma busca pessoal, porém nada de ilícito foi encontrado, ao realizar a busca dentro do estabelecimento foi constatado que o objeto arremessado pelo indivíduo era uma arma de fogo. Dessa forma, foi dada a voz de prisão e o autor foi conduzido para a Central de Flagrantes 01.

21/06/2019